domingo, novembro 13, 2005

100. São palavras...


São palavras...
E leva-as o vento, a brisa que se desprende da tua voz...

São palavras...
E desfazem-se na espuma branca da praia...

São palavras...
Às dúzias... às centenas...
Letrinhas agrupadas que procuras retratar sem êxito...

Palavras e mais palavras...

São palavras...
Falam de sonhos que são realidade,
De ódio que é amor,
De mentira que é verdade,
De tristeza que é alegria...
Gastas, efémeras, vagas, fruto de outros dias.

São palavras...
Que carregas dentro de ti sem se saber...
Porque cegos estão os olhos e o coração.
Deixa fluir a energia,
É preciso que seja o teu corpo a confessar...
E a por ti falar!
Verás então que não é dor mas fome...
Fome de emoção, de paz e de magia,
O que te vai na alma.

17 comentários:

Anónimo disse...

Ola!
Palavras soltas ... Palavras ... Não são meras palavras ! Vozes da Alma ! Vozes de existências!
Quando me convenço, é muito difícil deixar de Aplaudir !
Bjinhos Maria

lena disse...

as palavras são a voz do sentimento, o grito da alma ou o calor do coração
as tuas palavras têm o dom de serem mágicas

obrigada por as partilhares

beijinhos


lena

Luís disse...

É tão bom chegar aqui e ter palavras para ler... porque é garantia de minutos onde a mente se desdobra em entendimentos vários,uns claros outros subentendidos e ainda outros que se deseja serem...Ler as palavras da Maria é como um jogo,um desafio no qual procuro ambiguidade onde reina a objectividade... e outras vezes não... Mais simples, gosto de duplicar ou triplicar as suas palavras...o seu sentido!Assim fico com a certeza de não perder um unico ponto, virgula ou reticência...
Também gostava de conseguir não escrever tanto nos meus comentários!:-)desculpe

Maria do Céu Costa disse...

"São palavras", fala por si só, são paalvras que saiem em tantos direcção, gostei de ler. Beijinhos.

Maria do Céu Costa disse...

Ressalvo: tantas direcções.

Daniel Aladiah disse...

Querida Maria Nunes
E nas palavras se confessam os desejos do corpo. Para este fica a expressão do significado daquelas.
Um beijo
Daniel

cm disse...

"São palavras...
E leva-as o vento, a brisa que se desprende da tua voz..."
e se amarra na alma de quem a sente...e perdura para la do simples visivel...
parabens

Anónimo disse...

Palavras são palavras ... e que bem que sabe beber as tuas palavras , devorar as tuas palavras ... enfim ... palavras para quê?
LM

Tino disse...

Agora não sei porquê imagino sempre a minha miguinha divertida a recitar estes poemas :) um beijinho grande pa ti e a propósito,este está divinal!!!!! :)

Maria disse...

Anonymous (Cbricardo),
Obrigada por mais esta tua visita e pelas palavras.
;)
Um beijinho

Maria disse...

Lena,
o que seria a vida sem partilha?! Ou sem se permitir sonhar?!
A minha não existiria. ;)

Um beijinho

Maria disse...

Luís,
pequenos ou grandes os seus comentários são sempre lidos com agrado.
Agradeço o carinho com que tem visitado este meu cantinho.

Um beijinho

Maria disse...

Maria do Céu Costa,
Agradeço a visita e as palavras.
É bom partilhar o que vou escrevendo e saber que é apreciado.

Um beijinho

Maria disse...

Daniel Aladiah,
:) às vezes, nas palavras, apenas se confessam os devaneios de um momento sem sequer existir um preciso mote...
:)
Um beijinho

Maria disse...

cm,
Obrigada pela visita que penso ter sido a primeira.

Um beijinho

Maria disse...

LM,
:) é bom saber que aprecias o que por aqui vais lendo. Espero que continue a ser assim!

Beijinhos

Maria disse...

Tino,
não sabes porquê?! É preciso descaramento!! :)

Um beijinho para o meu amiguito lindo.