quinta-feira, maio 24, 2007

122. Sentido sem ti

Por causa de ti
Não fiquei nem parti
E deixei-me ficar no limbo,
A ver passar os dias contados em anos,
A esquecer o negrume,
A rejuvenescer os sonhos,
A confiar na voz desconhecida,
Ou na maré não abraçada
Na certeza que a memória
Ou, tão só, o coração te traria de volta…

Por causa de ti
Não se esvanece o sorriso,
Nem a doçura do toque,
Ou o ritmo cardíaco que me move
E me garante que amanhã…
Estarás ainda aqui…

Por causa de ti
Aprendi a confiar, a não temer,
Também a amar e a não esquecer…
Porque se não for agora, será amanhã!
O elo é mais forte que tudo,
Por mais que o tudo teime…
Que vence a doce rajada de vento
Que mantém aceso o fogo!

Por causa de ti…

Quando se sente assim a vida,
Não há convicção que não resista!

É!! É por causa de ti…
Que o gelo não me queima a pele
E nunca, nunca, deixei de te querer…
Mas a hora que agora chega faz-me sofrer
Porque a ironia do destino quis
Que o reencontro fosse marcado pelo desencontro
E se conjugasse o verbo “perder”…

Tão longe e tão perto,
Flutua o sono, ou o sonho…
Fascina-me a alegria do teu riso
E no conciso das palavras poder dizer:
A esperança nunca há-de ceder
perante a adversidade da aparente sina…!!

Se não for agora, será amanhã!!

E no meu rosto,
Rosto que tens impresso em ti,
Desenha-se com gosto
O sorriso que sabes de cor…

Se não for agora, será amanhã!!
Confia em… (mim) ti!!



9 comentários:

PEDRO disse...

Olá, Maria!
O acaso me trouxe aqui.
E que acaso maravilhoso!
Estou te lendo aos poucos.
Espero voltar mais vezes.
Lindo poema.
Repito:LINDO!!!
Abraços.
Pedro.

PEDRO disse...

Voltei para perguntar se posso te linka?
Pedro.

Unicus disse...

Não é no limbo que tudo acontece, que os afectos amadurecem?
Beijinhos, Maria

Lu@r disse...

Na ausência é importante a confiança a base de um amor eterno.

Mais palavras para quê?
Escreveste tudo.

Beijo doce

pedropina disse...

sim, se nao for agora sera amanha,

mas com um sentimento assim,

será concerteza, kdo for, sela lá,

mas será!

p.p.

João Mãos de Tesoura disse...

AH! Mulher apaixonada! A volta que a tua vida deu! :D

Beijos e saudades :)

Maria disse...

Pedro,
Espero também que voltes mais vezes mas também que tenha tempo para continuar a escrever. Fica pelo menos a promessa de o tentar.

P.S.
Podes "linkar" o meu blog, aliás obrigada.


Unicus,
Acredita que cada vez mais concordo contigo... tudo mesmo e não só quando o tema é o Amor!

Lu@r,
Só posso agradecer a tua visita e as tuas palavras.
Focaste uma das coisas que considero realmente muito importantes... a confiança!

Um beijinho também para ti.

pedropina,
Quando li o teu comentário fiquei sem resposta porque traduz o espírito do poema e nada há a acrescentar a não ser um "obrigado" por teres dedicado o teu tempo a ler o escrevi.

joão mãos de tesoura,
;) Não lances os foguetes assim tão depressa... que continuo igual a mim própria e 'conhecendo-me' há "long time ago" sabes o que significa. :)



Beijinhos e cumprimentos, obrigada pela visita e um (espero) até breve a todos.

Maria

PEDRO disse...

Maria,querida Maria, já está linkada.
Te aguardo por lá.
Beijinhos tenha um ótimo fim de semana!
Pedro.

PEDRO disse...

Minha linda.
Vim te deixar um buquê de rosas :-)
te desejo um lindo final de semana!


Pedro.