quarta-feira, novembro 08, 2006

119. Refúgio!

Pé ante pé,
Na suavidade da manhã,
Desço a calçada,
Um dia atrás de outro
Como se a minha vida…
Começasse amanhã!
E se hoje redescubro a magia,
Sem rasgos de nostalgia,
Da porta nunca fechada
Em que me revejo
Criança ou adolescente,
De riso fácil…
De coração aberto
De luz no olhar…
E não perco a doçura de amar
As pedras de granito,
As velhas muralhas,
O cheiro a pinho,
E aquele tão singelo grito…
Da ave que passa,
Da folhagem que se arrasta,
Do rio que me ultrapassa,
E se afasta…
Para onde tudo é vales e montes
E não fica esquecida…
A memória que carrego,
Com leveza
Desse meu pedaço de céu...
Recanto ou paraíso,
É porque existe…
O sonho encantado
Em forma de cidade… Refúgio!

16 comentários:

Alves Bento Belisário disse...

Existo, insisto, busco e sonho um refúgio...Tão só um refúgio

Abraço

Tino disse...

Afinal a minha miga linda aínda escreve!!!!
Um grande beijinho fofo com abraço e tudo :)

Rui Afonso disse...

Um belo regresso! Pena só ter passado cá hoje. Mas ainda a tempo, acho.

Bom resto de semana!

Seila disse...

um blog à sua espera

lobices disse...

…as minhas saudações…
…ao fim de 3 anos de escritos, o meu blogue http://lobices.blogspot.com morreu;
…entendi que havia cumprido a sua “missão”…
…porém, ele deu lugar ao livro “Lobices”, uma compilação de tudo o que foi escrito ao longo destes meus últimos anos de vida…
…a vossa visita ao meu covil será sempre agradável e lá encontrarão o link para a aquisição do livro se esse gosto me quiserem dar…
…a minha (e)terna gratidão pelo vosso apoio e presença ao longo destes tempos…
…o vosso sempre amigo
quim

LED disse...

Estive lendo todos esses textos, e estou comentando aqui não para falar que são isso ou que são aquilo ou que você é isso ou que você é aquilo. Porque nada disso importa ou move algo, mas vim aqui comentar para que você simplesmente saiba que eu, um alguem, leio esses textos.


Um abraço

Anónimo disse...

Uff! Finalmente!
Mas, "Hoje, soube-me a pouco, ...!

Bjinho

João Mãos de Tesoura disse...

Cá para mim, ao fim deste tempo todo, o refúgio é uma caverna e tu hibernaste! :D
Beijocas

lena disse...

vim sentir-te doce Maria

vou e levo saudades de ti, dos teus sentires

abraço-te, como sempre, com grande ternura

beijinhos

lena

Paula e Rui Lima disse...

Olá!

Se gostas de cinema vem visitar-nos em

www.paixoesedesejos.blogspot.com

todos os dias falmos de um filme diferente

Paula e Rui Lima

Maria disse...

Olá a todos dito com um carinho muito especial e muito saudoso destas lides. A verdade é que nos últimos meses muitas foram as circuntâncias que me afastaram deste cantinho virtual, no entanto, o regresso estima-se para breve. Fica desde já um beijinho grande e a promessa.

cricardo disse...

Fixe! Fico contente! Mas atençao que de promessas anda o mundo cheio! Simplesmente volta!

unicus disse...

Lindissimo. Temos afinidades na escrita sem dúvida.
Beijinhos, Maria

AF disse...

até ao teu regresso, que se espera para breve...
entretanto já mudei de casa. do segundo - impacto, entre a tua listagem, para aqui: www.cadernos-amf.blogspot.com

MIGUEL GIRASSOL disse...

a escrita.belo refúgio.

Unicus disse...

É uma delicia ler-te..